Nota de falecimento Dr. Zilton Andrade

Com profundo pesar recebemos a notícia do falecimento do Prof. Dr. Zilton Andrade.

Prof. Zilton de Araújo Andrade nos deixa aos 96 anos de idade, depois de uma vida profícua, dedicada ao ensino e pesquisa na Medicina. Formou-se em 1950, fez Residência em Patologia na Tulane University em New Orleans e de volta a a Bahia galgou todos os postos na carreira de magistrado superior. Foi Prof. Titular de Patologia da FMB-UFBA e grande mentor do que se pode chamar de Escola Bahiana de Patologia. Fundou a Residência Médica em Patologia, o mestrado e o doutorado em patologia. Durante muitos anos foi diretor do Instituto Gonçalo Moniz da FIOCRUZ na Bahia. Formou gerações e gerações de médicos e de médicos patologistas. Dedicou-se integralmente à vida Acadêmica e teve projeção nacional e internacional na produção de conhecimento científico na área de doenças infecciosas e parasitárias com Doença de Chagas, Esquistossomose e Leishmaniose. Na área diagnóstica dedicou-se à Patologia Hepática. Publicou 277 artigos científicos, orientou 59 alunos em teses de mestrado e doutorado.   Recebeu inúmeras horarias dentre elas:  Pesquisador Emérito da Fundação Oswaldo Cruz, Pesquisador Emérito do CNPq, Membro Honorário da Academia Nacional de Medicina, Membro da Academia Brasileira de Ciências, Grã Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico do Brasil, Membro Emérito da Academia de Medicina da Bahia, Professor Emérito da Universidade Federal da Bahia; Comenda Fernando Figueira de Medicina e Ensino Médico, Conselho Federal de Medicina. Condecoração no Fórum Social Mundial 2018.

Figura humana notável, com larga cultura humanística, esteve engajado e comprometido com as questões de nosso tempo, deixando registrado suas posições com articulistas no Jornal Tribuna da Bahia e publicadas no livro “Realidade Brasileira em Debate”, sobretudo na defesa da Universidade Públicae do SUS. Defendeu a produção científica autêntica com uma força imprescindível à autonima da nação. , abordou a questão da liberdade, da democracia, das iniquidades de nossa sociedade.

Prof. Zilton foi o mestre no mais completo significado do termo: dedicado, íntegro, ético, produtivo e comprometido. Deixa em todos nós, sua lembrança viva e memória a ser louvada e lembrada. Foi daqueles que cumpriu com galhardia sua passagem entre nós.

Á sua esposa, Profa. Sônia Andrade, filhos, filha, netos e bisnetos, a nossa solidariedade e afeto nessa hora difícil, na certeza que encontrarão em suas crenças e princípios o conforto para essa imensa perda.

 

Luiz Antônio Rodrigues de Freitas

Mitermayer Galvão dos Reis

Professores Titulares de Patologia da Faculdade de Medicina da Bahia (UBA)

Pesquisadores Titulares da Fundação Oswaldo Cruz.

Membros Titulares da Academia de Medicina da Bahia

Membros Titulares da Academia de Ciências da Bahia