Reunião com o Secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do MCTI

Caros Colegas,

Na sexta feira dia 15/01, ocorreu na sede da SBPC uma reunião com o Prof. Jailson Bittencourt de Andrade do MCTI cujo objetivo foi discutir a proposta do documento:  Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (Encti) 2016-2019. A Profa. Lucile Floeter-Winter participou dessa reunião como representante da SBPz e fez o seguinte relato, que gostaríamos de divulgar:
O prof. Jailson apresentou o documento de forma sucinta, mas objetiva, destacando que a idéia principal é definir estratégias em CT&I de modo a refletir o que se espera nos diferentes setores em CT&I.
Ressaltou que o documento tem alicerces em Educação e Pesquisa Básica  para garantir a qualidade nas ações futuras.
Apontou 3 grandes desafios: (1)Expansão, consolidação e integração do Sistema Nacional de CT&I; (2)Apoio ao aumento da capacidade de inovação empresarial; (3)Desenvolvimento e domínio de tecnologias críticas. O prof. Jailson avaliou que o documento é uma forma de concretizar discussões, documentos e ações do ministério de 2001 a 2014. Na apresentação do documento ficou clara a intensão de articular com vários setores desde a academia até a industria. Ressaltou que tendências internacionais em CT&I foram contempladas, tais como governança, recursos humanas, instrumentos e tecnologias críticas, mostrando que o Brasil se insere no problemas globais.
Em relação ao recursos humanos apontou para a preocupação com o apoio para se fazer ciência, ou seja, que só a contratação de pessoal não resolve a questão, que há necessidade de dar condições de atuação.
Como instrumentos para implementação das estratégias citou bolsas, auxílios à pesquisa, subvenção, empréstimos, fundos de investimento e encomenda tecnológica. Os temas estratégicos elencados no documento são: Água, Alimentos, Energia, Economia e sociedade Digital, Saúde, Bioeconomia, Espacial, Nuclear e Tecnologias habilitados e convergentes. Foi destacada ainda a importância do monitoramento e avaliação de grandes projetos incluindo estratégias de avaliações que vão além de números. Após a apresentação, o Prof. Jailson debateu com membros da platéia, que apontaram principalmente suas dúvidas em relação de como essas estratégias serão implementadas. Foi informado que o documento se encontra em  consulta pública, na página do MCTI e que contribuições podem ser feitas pelo email: politicacti@mcti.gov.br

Santuza Teixeira

Presidente da SBPz