Histórico

Ontem e Hoje


A criação do Encontro do Grupo Arthromint se deu a partir de discussões entre pesquisadores e professores em um congresso da Sociedade Brasileira de Bioquímica (SBBq). Desde 1997 realizamos anualmente nossos encontros reunindo as mais diversas áreas de pesquisa de artrópodes (em sua maioria insetos e aracnídeos) e helmintos (parasitas ou de vida livre).

Atualmente várias instituições de pesquisa e ensino do Brasil estão representadas nos Encontros do Grupo Arthromint. Fisiologia, genética, evolução, ecologia, controle, sistemática, epidemiologia, interação parasito/hospedeiro, comportamento e entomologia molecular são algumas das áreas de pesquisa que têm destaque em nossos encontros. Em sua maioria, os pesquisadores e estudantes que fazem parte do Grupo Arthromint tem como foco de estudo parasito ou vetores de patógenos de grande importância em saúde pública.

Foram em média 150 participantes nas últimas edições do encontro e, apesar do aumento crescente ocorrido nos últimos anos, mantivemos o formato e a qualidade dos primeiros anos. Este crescimento do número participantes permitiu a presença de um número maior de grupos de pesquisa, representando modelos e linhas bastante diversificadas.

Com a presença de técnicos e agentes envolvidos com a promoção e a melhoria dos serviços de saúde do país, há uma integração da pesquisa acadêmica com a prática da saúde. A participação de pesquisadores estrangeiros tem sido frequente nos encontros.

Em nosso último Encontro presencial, realizado em 2019 o Arthromint recebeu 128 participantes procedentes de cinco estados brasileiros e 20 instituições diferentes entre nacionais e internacionais. Tivemos um palestrante estrangeiro, Dr. Christoph Grunau da Université de Perpignan – France.

Com a pandemia de Covid-19 que assolou o mundo em 2020, criamos o formato online. Pela primeira vez realizamos dois eventos em um mesmo ano, e as edições do Encontro Virtual do Grupo Arthromint contaram com palestrantes de instituições internacionais e participação de mais de 180 arthromínticos.